Petróleo fecha em queda, com expectativa por reunião da Opep

Presidente renúncia e Oi cai forte na Bolsa
27 de novembro de 2017
Bancos sobem na Bolsa após acordo com poupadores
28 de novembro de 2017
Exibir tudo

Petróleo fecha em queda, com expectativa por reunião da Opep

Com a reunião no radar, é provável que a commodity experimente volatilidade ao longo desta semana, reagindo a rumores do mercado

São Paulo – Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda nesta segunda-feira, 27, início da semana na qual a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) se reúne para discutir se estende o corte na produção da commodity por mais alguns meses.

O petróleo WTI para janeiro, negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex), caiu 1,42%, a US$ 58,11 por barril. Já o Brent para o mesmo mês, negociado na Intercontinental Exchange (ICE), apontou recuo marginal de apenas 0,03%, a US$ 63,84 por barril.

A Opep e outros produtores que não fazem parte da organização se reúnem na quinta-feira, 30, em Viena, para discutir a ampliação dos cortes na oferta para além da data prevista, de março de 2018. Os países envolvidos têm cortado a produção desde janeiro, em um esforço para retirar o excesso de barris do mercado.

Com a reunião no radar, é provável que a commodity experimente volatilidade ao longo desta semana, reagindo a rumores do mercado.

Além do encontro da Opep, os investidores também monitoraram um anúncio feito pelo Iraque de que em junho do ano que vem começará a receber propostas para desenvolver projetos em nove campos de petróleo e gás, em uma tentativa de reforçar suas receitas no setor de energia. O Iraque tem a quarta maior reserva de petróleo do mundo.

Permaneceram no radar os problemas no oleoduto Keystone, que leva petróleo do Canadá aos EUA e teve o fluxo reduzido. A expectativa é que isso provoque queda nos estoques da semana.

(Com informações da Dow Jones Newswires)

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.