Facebook muda feed de notícias e desagrada investidores

O que fazer se você caiu na malha fina no IR 2017
12 de janeiro de 2018
OAB diz que governo “camufla” aumento de impostos
12 de janeiro de 2018
Exibir tudo

Facebook muda feed de notícias e desagrada investidores

Rede social enfatizará post de amigos e de familiares, e não notícias, nos feeds de usuários

São Paulo — As ações do Facebook caem forte nesta sexta-feira, após a empresa anunciar uma grande mudança no feed de notícias dos usuários. Por volta das 12h (horário de Brasília,) os papéis da rede social caíam 5%, para 179 dólares.

A partir de agora, segundo o presidente-executivo, Mark Zuckerberg, a rede irá priorizar o conteúdo de amigos e familiares, em detrimento das páginas dcurtidas. Assim, a quantidade de conteúdo não publicitário de empresas de mídia, celebridades e marcas nos feeds será reduzida.

O Facebook por anos tem priorizado o material que seus complexos algoritmos de computador pensam que as pessoas vão se envolver com comentários, “curtir” ou outras formas de mostrar interesse. Zuckerberg, disse que esse não será mais o objetivo.

“Estou mudando o objetivo que eu atribui a nossas equipes de produtos para que deixem de se concentrar em ajudá-lo a encontrar conteúdo relevante para ajudar você a ter interações sociais mais significativas”, escreveu Zuckerberg em post na rede social.

A mudança provavelmente significará que o tempo que as pessoas gastam no Facebook e algumas medidas de engajamento vão cair no curto prazo, disse o cofundador, acrescentando que a mudança será melhor para os usuários e para o negócio no longo prazo.

“Nós sentimos uma responsabilidade para garantir que nossos serviços não sejam apenas divertidos de usar, mas também sejam bons para o bem-estar das pessoas”, disse Mark Zuckerberg na quinta-feira na página do Facebook.

A notícia chega uma semana depois que Zuckerberg anunciou que sua resolução de Ano Novo para 2018 seria se concentrar em problemas sistêmicos com o Facebook.

“O mundo se sente ansioso e dividido, e o Facebook tem muito trabalho a fazer — seja protegendo a nossa comunidade contra abusos e ódio, defendendo a interferência de estados-nação, ou assegurando que o tempo gasto no Facebook seja bem gasto”, disse Zuckerberg.

Com Reuters.

 

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.