Em Davos, Moro dirá que corrupção prejudica não só governo, mas mercados

Esquerda ou direita, investidor se deleita com América Latina
19 de janeiro de 2019
Juros têm poucas oscilações em dia de liquidez reduzida
21 de janeiro de 2019
Exibir tudo

Em Davos, Moro dirá que corrupção prejudica não só governo, mas mercados

O ministro da Justiça fará um discurso no Fórum Mundial Econômico de Davos sobre o combate a corrupção e algumas medidas que pretende tomar

Brasília – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, vai afirmar, em discurso que fará no Fórum Mundial Econômico de Davos, na Suíça, que a corrupção prejudica não apenas a confiança nos governos, mas também de todo mercado, disse uma fonte à Reuters nesta segunda-feira.

Moro defenderá o Estado de Direito e que o ambiente de negócios limpos são bons para os lucros, informou a fonte. Segundo o ministro, a corrupção prejudica a globalização, tornando-a injusta.

O ministro da Justiça –que ficou mundialmente conhecido por ser o principal juiz da operação Lava Jato até abdicar da carreira de magistrado para fazer parte do governo Jair Bolsonaro– é um dos mais aguardados integrantes da delegação brasileira no fórum econômico.

Na terça-feira, Moro é um dos participantes do painel interativo “Restaurando a Confiança e a Integridade”. No dia seguinte, ele participa de almoço sobre “O futuro do Brasil” e, em seguida, das discussões sobre combate à corrupção no “PACI – Vanguard Meeting” e, na quinta, integrará o painel com o tema “Crime Globalizado”.

Moro concentrará sua fala em ações que pretende tomar à frente do ministério e só deve se manifestar sobre a operação Lava Jato caso seja questionado, disse a fonte.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.