Efeito Amazon derruba ações de varejo e Ibovespa fecha em queda

China vai abandonar restrições de cota a programas de investimento
10 de setembro de 2019
Moeda digital do Facebook busca licença na Suíça para sistema de pagamento
11 de setembro de 2019
Exibir tudo

Efeito Amazon derruba ações de varejo e Ibovespa fecha em queda

Empresas do setor chegam a acumular perdas de mais de 10% na semana

O lançamento do serviço de assinatura Amazon Prime no Brasil causou impacto imediato na Bolsa e as ações das principais concorrentes no mercado local lideraram as quedas do Ibovespa. Nesta terça-feira (10), os papéis da Magazine Luiza, B2W, Via Varejo e Lojas Americanas caíram 4,97%, 4,83%, 3,28% E 3,20%, respectivamente, enquanto o índice teve queda de 0,14% e fechou a 103.031,50 pontos.

A baixa das varejistas persiste desde segunda-feira (9). No acumulado da semana, os papéis da B2W se desvalorizaram 10,20% e os da Magazine Luiza, 9,72%, enquanto os da Via Varejo e das Lojas Americanas registraram respectivas perdas de 8,13% e 4,75%.

Mesmo com todo o setor em queda, a que mais sofre com o movimento de expansão da Amazon no Brasil é a Magazine Luiza, na visão de Jefferson Laatus, estrategista-chefe e fundado do Grupo Laatus.

De longe, a Magazine Luiza é a mais afetada. Ela vem investindo pesado nessa área de e-commerce para possivelmente colher os frutos no futuro, mas ainda precisa melhorar bastante”, disse Laatus.

Segundo ele, ver uma empresa de renome global entrando com “certa agressividade” e com um produto exclusivo e barato tem forte impacto no setor. “Isso mostra o quanto elas precisam se reinventar”.

A queda das varejistas foi o que mais contribuiu para o Ibovespa ter fechado em baixa, segundo Laatus. “Além desse, não tem nenhum outro motivo. O mercado acaba entrando em uma leve realização [de lucros]”, afirmou.

Outro setor que contribuiu para a queda do índice foram os bancos, que vinham de alta nos últimos pregões. Com grande participação no Ibovespa, as ações ordinárias do ItaúUnibanco, Bradesco e Banco do Brasil caíram 0,96%, 0,66% e 1,68%, respectivamente. Os papéis preferenciais do ItauUnibanco tiveram queda de 1,94% e do Bradesco, 1,77%. Ainda assim, todos esses ativos acumulam alta em setembro.

Apesar da queda do índice, os papéis da Vale e Petrobras subira neste pregão. A ação ordinária da petrolífera teve valorização de 0,77%, mesmo com a queda do preço do petróleo, após alta na véspera. A ação da Vale subiu 0,73%.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *