Dólar cai abaixo de R$3,40 acompanhando exterior

Como declarar conta do banco no Imposto de Renda 2018
18 de abril de 2018
Comprei um carro em 2017, mas ele ainda não está no meu nome. Declaro?
18 de abril de 2018
Exibir tudo

Dólar cai abaixo de R$3,40 acompanhando exterior

Às 9:59, o dólar recuava 0,63 por cento, a 3,3865 reais na venda, depois de cair 0,53 por cento nos dois últimos pregões

São Paulo – O dólar operava em queda e abaixo de 3,40 reais nesta quarta-feira, acompanhando o recuo da moeda norte-americana ante outras divisas de países emergentes no exterior em dia de agenda tranquila, sem tirar o olho no cenário político local.

Às 9:59, o dólar recuava 0,63 por cento, a 3,3865 reais na venda, depois de cair 0,53 por cento nos dois últimos pregões. O dólar futuro tinha baixa de cerca de 0,60 por cento.

“A diminuição da tensão na Síria ao mesmo tempo em que parece melhorar a relação entre Estados Unidos e Coreia do Norte, bem como a trégua momentânea em relação à guerra comercial entre norte-americanos e chineses dão um certo otimismo”, trouxe a Advanced Corretora em comentário.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quarta-feira que Mike Pompeo, atual diretor da CIA e futuro secretário de Estado norte-americano, encontrou-se com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, na semana passada.

O dólar tinha leves oscilações ante uma cesta de moedas após alcançar a mínima de três semanas, depois que as preocupações sobre eventual guerra comercial diminuíram e dados econômicos firmes nos Estados Unidos impulsionaram o dólar contra o iene e renovaram o apetite pelo risco.

Ante as divisas de países emergentes, como os pesos chileno e mexicano, o dólar operava em baixa.

Internamente, o cenário político seguia em foco, com os investidores acompanhando os prováveis candidatos à Presidência se articulando para garantir apoio e decolar nas pesquisas de intenção de voto que, por ora, ainda mantinham o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na liderança, embora ele esteja preso e dificilmente conseguirá se candidatar.

Ele é considerado pelos mercados financeiros menos comprometido com as contas públicas e o mercado teme que um candidato com as mesmas características vença as eleições.

O Banco Central brasileiro realiza nesta sessão novo leilão de até 3,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para rolagem dos contratos que vencem em maio e somam 2,565 bilhões de dólares.

Se mantiver esse volume e vendê-lo integralmente, o BC rolará o valor total dos swaps que vencem no próximo mês.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.