Bolha ou não, site promete avisar quando bitcoin afundar

Índices acionários dos EUA sobem após relatório de empregos
8 de dezembro de 2017
BR Distribuidora: um IPO gigantesco envolto em dúvidas
9 de dezembro de 2017
Exibir tudo

Bolha ou não, site promete avisar quando bitcoin afundar

A mais famosa das criptomoedas chegou a encostar nos 17 mil dólares, mas passou a recuar e acendeu um alerta de colapso de preços

São Paulo — Uma pesquisa publicada recentemente pela Natixis Investment Managers mostrou que 64% dos investidores institucionais acreditam que as altas sequenciais da bitcoin sejam um claro sinal de que o mercado vive uma bolha.

Bolha ou não, o fato é que a mais famosa das criptmoedas acumula valorização de mais de 1000% desde o começo do ano. Só na última semana, a alta acumulada chegou a ser de 70%, o que acendeu o alerta de investidores e entusiastas sobre um possível colapso de preços. Após encostar nos 17 mil dólares, a moeda recuou e na tarde da sexta-feira era cotada a pouco mais de 15 mil.

Para quem acredita que a moeda está prestes a explodir ou para quem crê que ela será o futuro e que ainda há espaço para crescer, um site promete emitir um alerta antes que a bitcoin comece a despencar.

O serviço chamado Bitcoin Bubble Burst foi lançado recentemente em um hackathon na Alemanha. Segundo os criadores, o serviço utiliza inteligência artifical para escanear notícias envolvendo a moeda, posts em redes sociais e para analisar as oscilações dos preços. Assim, dizem, seria possível antecipar uma forte mudança no rumo dos preços.

“Às vezes, grandes eventos, como a proibição da Bitcoin na China, são mencionados nas mídias sociais e nas notícias, antes mesmo de afetar o valor”, dizem os fabricantes do serviço em seu site.

A promessa é que quando a bolha estourar, os assinantes do serviço recebam alertas por email para que possam tomar decisões antes de perder mais dinheiro. Para o futuro, os criadores estudam criar um aplicativo e enviar alertas também por SMS.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.